terça-feira, 3 de novembro de 2009

Pietro

Diva recusara-se a levantar da cama naquela manhã.Sua mãe voltaria da viagem à Chaidari e iriam recomeçar as cobranças.Queria que ela pensasse que ela não estava em casa.Que havia viajado ou que morrera!Fechara a cortina e o ambiente permanecia escuro .Não sabia se estava chovendo ou se havia sol.Tateou a mesinha de cabeceira e pegou o relógio.Acendeu o abajour e consultou a hora.Passava do meio dia!

Levantou-se para ir ao banheiro e de lá pode perceber que havia sol lá fora!Pensou em tomar um banho,mas preferiu voltar para a cama.Havia saido na véspera com Pietro e o achara diferente.Jantaram,ela bebeu muito e ele quase não tomou nada.Ela havia se preparado para passarem a noite juntos,mas assim que terminou o jantar,ele a levou para casa.Ela disse que queria que ele subisse!E ele se negou!"Melhor você ir tomar um banho frio e um café forte,pois bebeu muito".Filha da Puta!Não podia agir assim com ela.Aquilo que eles tinham não era só "um caso"!!!Ela deixara tudo por causa dele.Pensou em Saulo e em tudo que ele lhe dera ,em como a amara e como sofrera ,quando ela foi embora.

O telefone toca e ela não sabe se atende.E se for a mãe?Não..seria a última pessoa com quem gostaria de falar.Depois de um tempo,quem quer que estivesse ligando desistiu.
Resolve então ligar para Jô ,sua amiga ,que prometeu indicar-lhe um outro psicanalista.Mas,desiste também.Não quer falar com ninguém.Cobre a cabeça com o edredon e fecha os olhos.A voz lhe diz alto e em bom som:"Não adianta fugir,filhota!Ela está chegando"!

14 comentários:

MR disse...

Nossa QUE DRAMATICO!!

Vai me visitar tambem... sentindo sua falta lá.

Vinicius disse...

Oi. Gostei do inicio entre o quarto escuro, a aparente incerteza quanto o dia que se fazia fora dos limites do quarto; em seguida o surgimento de novas formas. Aguardando a continuação.

Abraço.

Diva disse...

Oi,MR

A vida é mesmo dramática,menino!
Vou lá,agora!



Vinicius
Que bom que gostou...também amo o que vc escreve.

EXAGERADO disse...

Oi,linda

Esta Diva é mesmo pirada.Interna-a no Pinel logo!!
Mas,continua que eu quero saber onde vai parar esta história.

bjo

Marisa disse...

Olá
Primeira vez aqui e tive que ler os posts antigos para entender este.
Legal!Gosto dessa descrição do cotidiano e de temas psicológicos.Voltarei para acompanhar o drama da Diva!

beijo

Bonequinha de Luxo disse...

Oi,Diva

Tenho passado por aqui e acompanhado a odisséia da Diva.Não comentei,pois estava no trabalho e queria ter tempo de elaborar bem o comnetário.
Sabe,eu creio que a Diva não é esquizôfrenica,não é bipolar,não tem TOC...ela é normal!O problema dela,pra variar deve ser baixa auto-estima .E isso,filha,só vc pode resolver,matando a mãe dela.hehehe Nossa!Espero que não seja autobiográfico!!!!
Vou acompanhando...

Beijos

BETH ANAND disse...

Estou adorando!!Mas,acho que ela ainda tem muito divã pela frente!!!

beijo

Débora disse...

Gosto desse tipo de conto!E vc escreve de uma maneira livre e solta,que agrada!
Virei mais!

bjo

Diva disse...

Exagerado
Obrigada pela visita e sugestão..vou pensar !!!rs

Marisa
Fico feliz por ganhar mais uma leitora de alto calibre.Obrigada!

Diva disse...

Bonequinha

Será?Talvez vc tenha razão..fique sossegada ,pois não é autobiofráfico,apesar de ter muito de mim!!


Beth
Obrigada,querida!Vi que vc colocou cadeado no blog.Vai para a India!Sucesso e boa viagem!

Débora
Obrigada,linda!

Cadinho RoCo disse...

Quando é assim não há como escapar.
Cadinho RoCo

paula barros disse...

eiPois é, tem situações que não adiantam fugir, elas veem. E se não levantarmos em tempo, vai nos pegar da pior forma possível, e a situação ainda fica pior.

Bem sei!

bjs

Diva disse...

Roco Cadinho

Não tem mesmo jeito!!Obrigada por ter vindo!

Linda Paulinha

Vc tem sempre razão!Parece já ter vivido momentos assim...Obrigada!

Hneto disse...

Uma diva no divã não é um trocadilho, é uma constatação. Saudações!